Voto hispânico será fundamental para Hillary em prévias do Texas

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008 12:50 BRT
 

Por Ed Stoddard

PHARR, EUA (Reuters) - Gloria Colmenares enfrentou momentos difíceis em sua vida e diz que é por esse motivo que vota em Hillary Clinton nas prévias democratas do Texas, marcadas para 4 de março.

"Eu sei que ela é rica, mas ela ainda continua a lutar pelos direitos do povo. E eu gostaria de ver um sistema público de saúde universal e de ver os idosos mais bem assistidos", disse a viúva Colmenares, 65, à Reuters, em sua modesta casa no bairro operário majoritariamente hispânico de Pharr, uma cidade da fronteira sul do Texas.

As esperanças de Hillary de recuperar-se na campanha para a vaga do Partido Democrata nas eleições presidenciais dos EUA dependem em grande parte de eleitores hispânicos como Colmenares optarem por ela ao invés de Barack Obama na votação de 4 de março.

Analistas dizem que a pré-candidata deve vencer no Texas e, no mesmo dia, em Ohio, mantendo vivas suas chances na disputa.

Assustados com a postura rígida adotada pelos republicanos e por políticas de combate à imigração ilegal, os latinos podem desempenhar um papel decisivo nas prévias democratas do Texas -- e, até hoje, essa fatia do eleitorado tem preferido Hillary a Obama.

Esse apoio, no entanto, não pode mais ser visto como certo, já que Obama, vencedor nas últimas dez prévias, recebe cada vez mais suporte em bases de apoio tradicionalmente ligadas a Hillary, como as mulheres, os eleitores mais velhos e os hispânicos.

Obama encontra-se em um momento de ascensão e entrevistas realizadas com vários eleitores em potencial dessa região marcada pela presença de latinos mostraram que a geração mais jovem pende para o senador de Illinois, que é negro.

"Tenho amigos e parentes lá (no Iraque) e Obama vai acabar com a guerra", afirmou Jenissa Arrambide, 18, estudante da Universidade do Texas em Brownsville.   Continuação...

 
<p>A pr&eacute;-candidata democrata &agrave; presid&ecirc;ncia dos EUA, Hillary Clinton, durante campanha no Texas. Os votos hisp&acirc;nicos ser&atilde;o fundamentais para Hillary em pr&eacute;vias do Texas. Photo by John Gress</p>