Bomba atinge ônibus no sul do Iraque e mata 14, diz polícia

terça-feira, 11 de março de 2008 12:17 BRT
 

BAGDÁ (Reuters) - Uma bomba atingiu um ônibus que levava uma família de volta de um funeral no sul do Iraque, na terça-feira, matando ao menos 14 pessoas, afirmaram a polícia iraquiana e as Forças Armadas da Grã-Bretanha.

Policiais presentes no hospital de Nassiriya disseram que entre as vítimas havia crianças. Ao menos dez e no máximo 22 pessoas ficaram feridas.

O major Tom Holloway, porta-voz das forças britânicas estacionadas na cidade de Basra (sul), afirmou que o ônibus ia rumo ao sul, da cidade sagrada de Najaf, uma área xiita, para Basra, quando foi atingido por uma "enorme" bomba plantada ao lado da estrada.

A explosão ocorreu 60 quilômetros ao sul de Nassiriya, capital da Província de Dhi Qar.

Segundo Holloway, peritos iraquianos em explosivos presentes no local disseram que todas as vítimas tinham sido mortas pela bomba, aparentemente montada para atingir um comboio militar dos EUA que se dirigia ao norte, na mesma estrada.

Vários policiais iraquianos, no entanto, sugeriram que os soldados norte-americanos do comboio abriram fogo indiscriminadamente depois da explosão da bomba, matando e ferindo vários dos ocupantes do ônibus.

Porta-vozes das Forças Armadas dos EUA não foram encontrados para comentar o assunto.

Holloway disse que, segundo informações da polícia iraquiana, os passageiros eram membros de uma mesma família que voltavam para casa depois de terem enterrado um parente em Najaf, localizada 160 quilômetros ao sul de Bagdá.

(Por Imad al-Khozaie em Diwaniya, e Ross Colvin em Bagdá)