Bachelet e García conversam sobre disputa em torno de fronteira

sexta-feira, 9 de novembro de 2007 13:17 BRST
 

SANTIAGO (Reuters) - Os presidentes do Chile, Michelle Bachelet, e do Peru, Alan García, conversaram rapidamente, na sexta-feira, sobre o embate existente entre os dois países a respeito de suas fronteiras marítimas.

O encontro aconteceu em meio à 17a Cúpula Ibero-Americana e durou pouco mais de meia hora. A reunião, ocorrida em um dos locais da cúpula, é a primeira realizada pelos dois mandatários durante o evento, iniciado na noite de quinta-feira e que deve estender-se até sábado.

O ministro chileno das Relações Exteriores, Alejandro Foxley, informou que o encontro de Bachelet com García abordou "de passagem" a desavença a respeito dos limites marítimos e a intenção, anunciada pelo Peru, de levar o caso à Corte Internacional de Justiça de Haia.

"Não se discutiu esse tema com detalhe ou em profundidade. Foi dito simplesmente que o tema passava por considerações jurídicas e que não deveria ser exacerbado. Foi dito também que a questão não deveria prejudicar o avanço de iniciativas de interesse mútuo", afirmou Foxley a repórteres.

O Chile afirma que sua fronteira marítima com o Peru definiu-se em convênios assinados pelos dois países em 1952 e 1954, mas o governo peruano argumenta que tais acordos não constituem um tratado de fronteira.

As relações entre os dois países passaram por altos e baixos depois da guerra travada entre ambos no final do século 19, mas os governos chileno e peruano realizaram, recentemente, esforços claros para melhorá-las.

Há pouco tempo, o Chile devolveu ao Peru centenas de livros levados pelos soldados chilenos de Lima, durante a guerra. E, segundo Foxley, García agradeceu Bachelet por esse "gesto de amizade."

O chanceler disse ainda que o presidente peruano recebeu bem a notícia de que o Chile iniciará um processo para regularizar a situação de milhares de peruanos imigrantes que entraram ilegalmente no território chileno.

Foxley afirmou que García e Bachelet realizaram também um balanço sobre o avanço dos acordos comerciais e dos esforços a serem feitos em torno de uma eventual aliança para chegarem aos mercados asiáticos servindo-se do oceano Pacífico.

REUTERS MPN

 
<p>A presidente chilena, Michelle Bachelet (esquerda), e o presidente peruano, Alan Garc&iacute;a, se cumprimentam durante 17a C&uacute;pula Ibero Americana, em Santiago. Bachelet e Garc&iacute;a conversaram rapidamente, na sexta-feira, sobre o embate existente entre os dois pa&iacute;ses a respeito de suas fronteiras mar&iacute;timas. Photo by Victor Ruiz Caballero</p>