SAIBA MAIS-Empresas chinesas se expandem em busca de metais

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008 11:21 BRST
 

1o de fevereiro (Reuters) - Empresas chinesas têm se expandido rapidamente no exterior em busca de recursos de mineração para alimentar a crescente economia do país.

No mais recente movimento, a Aluminum Corp of China (Chinalco), terceira maior produtora mundial de alumina e o maior fornecedor de alumínio e alumina do país, juntou-se à norte-americana Alcoa para comprar uma participação da Rio Tinto por 14 bilhões de dólares, o que garante acesso a matéria-prima e ameaça frustrar uma oferta pela BHP Billiton .

Veja a seguir uma lista de importantes projetos internacionais realizados por empresas de metais chinesas:

ALUMÍNIO:

*A Aluminum Corp of China Ltd (Chalco) assinou um acordo em maio do ano passado para investir 2,4 bilhões de dólares no projeto de alumina da australiana Arukun. A planta terá uma capacidade anual de 2,1 milhões de toneladas.

*A Aluminium Corp of China Ltd (Chalco) concordou no ano passado em ter uma co-participação na construção de uma fundidora de alumínio de 3 bilhões de dólares na Arábia Saudita, junto com o grupo saudita Binladen.

*A Chalco também está desenvolvendo um depósito de bauxita no Estado do Pará, junto com a Vale. Ela deve iniciar as operações no início de 2009.

*A Chalco está negociando com o Vietnã projetos de refino de bauxita e alumina, que de acordo com os vietnamitas exigem cerca de 15,6 bilhões de dólares.

*A Minmetals comprou uma fatia de 51 por cento da norte-americana Sherwin Alumina em 2004. A Minmetals também tem um contrato de 30 anos com a Alcoa Inc. para receber 400 mil toneladas de alumina por ano até 2027.   Continuação...