Braskem se expande na A.Latina para brigar com Oriente Médio

terça-feira, 1 de abril de 2008 16:12 BRT
 

Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os projetos da Braskem na Venezuela vão colocar a empresa em pé de igualdade para competir com rivais do Oriente Médio e, com demais planos de expansão, podem levar a companhia ao grupo das dez maiores petroquímicas do mundo, avaliou o presidente da empresa, José Carlos Grubisich.

Depois de consolidar sua presença no Brasil, em uma operação de troca de ativos com a Petrobras, no ano passado, a Braskem parte para a internacionalização buscando as mesmas armas dos seus principais concorrentes: fábricas localizadas perto de um grande volume de matéria-prima.

Na Venezuela, a maior petroquímica da América Latina desenvolve, junto com a estatal petroquímica venezuelana Pequiven, projeto de 3,5 bilhões de dólares que vai aumentar em 450 mil toneladas a produção de polipropileno da companhia a partir de 2010, ou 40 por cento a mais, e em 1,2 milhão de toneladas a de polietileno usando gás natural a partir de 2012, um salto de 50 por cento nesse segmento.

"Isso abre uma perspectiva muito grande para consolidar nossa posição de um ator mais importante na Europa e América do Norte, porque vai colocar em termos de custo de produção a Braskem em linha com os principais concorrentes do Oriente Médio. Ficamos em condições de igualdade", disse Grubisich durante o Reuters Latin America Investment Summit, no final da tarde de segunda-feira.

Ele disse não temer eventuais problemas com o governo nacionalista de Hugo Chávez, afirmando que a produção de produtos petroquímicos para agregar valor aos hidrocarbonetos é interessante para o país em qualquer cenário.

"É um projeto que tem evidente interesse estratégico e atratividade econômica financeira para a Braskem, mas traz vantagem para a Venezuela ao agregar valor ao petróleo e gás, isso que nos dá uma segurança muito grande de que esse projeto é vantajoso em qualquer cenário de Venezuela futura", afirmou.

PERU E BOLÍVIA   Continuação...