Líder das Farc é morto em combate com Exército colombiano

sábado, 1 de março de 2008 11:47 BRT
 

Por Luis Jaime Acosta

BOGOTÁ (Reuters) - Um dos principais comandantes do grupo rebelde Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Raul Reyes, foi morto em combate durante operação militar no sul do país, informou uma fonte do Exército colombiano neste sábado.

Além de Reyes, outros 16 militantes das Farc teriam morrido no confronto, disse a fonte.

Reyes era um dos sete integrantes do secretariado das Farc e nos último anos se converteu no líder mais em evidência do grupo rebelde formado por aproximadamente 17 mil combatentes.

A morte do líder guerrilheiro é o triunfo mais importante da política do presidente Alvaro Uribe, que com o apoio dos Estados Unidos mantém uma ofensiva contra as Farc desde que assumiu o poder, em 2002, o que obrigou a guerrilha a um recuo estratégico.

Reyes, cujo verdadeiro nome era Luis Edgar Devia, foi um antigo dirigente sindical que ingressou na guerrilha há quase 3 décadas.

O governo colombiano oferecia uma recompensa de 2,7 milhões de dólares por sua prisão ou morte.