CÂMBIO-Dólar mantém tendência de queda com entrada de capital

segunda-feira, 1 de outubro de 2007 11:14 BRT
 

SÃO PAULO, 1o de outubro (Reuters) - O dólar caía pela quinta sessão consecutiva, reagindo à entrada de capitais no país, e era cotado nesta segunda-feira no menor valor desde setembro de 2000.

Às 11h14, a moeda norte-americana BRBY tinha baixa de 0,49 por cento, para 1,826 real. Na última sessão, o dólar registrou queda de 0,49 por cento.

O cenário neutro no exterior, com leve alta das bolsa de valores norte-americanas, permitia que o ingresso de recursos no Brasil mantivesse o ritmo das últimas sessões. "O mercado é bem positivo, o fluxo continua de entrada" disse Gerson de Nobrega, gerente da tesouraria do Banco Alfa de Investimento.

E, em outubro, "tem muita coisa para acontecer (nesse sentido), principalmente IPOs (ofertas iniciais de ações), emissões (de títulos) lá fora... O pessoal está vindo muito para a bolsa", completou o gerente.

Em setembro, a cautela antes da decisão do juro nos Estados Unidos fez a entrada líquida de recursos secar até a metade do mês, e o país chegou a registrar fluxo cambial negativo.

Após o corte da taxa básica de juro pelo Federal Reserve, no entanto, operadores estimam que os ingressos tenham se restabelecido. O mercado aguarda para a quarta-feira os dados oficiais do Banco Central sobre o fluxo.

Por isso, diz Nobrega, "há chance do dólar cair mais. E a única coisa que vai segurar é se o BC entrar", disse. O último leilão de compra no mercado à vista feito pelo BC aconteceu em 13 de agosto.