Economia global depende do setor imobiliário dos EUA--Greenspan

segunda-feira, 1 de outubro de 2007 10:46 BRT
 

Por Sumeet Desai

LONDRES (Reuters) - O destino da economia global depende do que vai acontecer aos preços de moradias nos Estados Unidos e isso pode não ser uma boa coisa, afirmou nesta segunda-feira o ex-chairman do Federal Reserve Alan Greenspan.

Falando na sede da Reuters em Londres, o ex-chefe do banco central norte-americano fez um diagnóstico pessimista sobre o estado da economia mundial. Os preços de moradias nos EUA tendem a cair mais e eles podem puxar para baixo o resto do mundo.

"Uma economia norte-americana enfraquecida, especialmente mercados consumidores fracos, ainda tem a capacidade de impactar nosso parceiros comerciais", afirmou Greenspan.

"Até o momento, a contaminação financeira e econômica é mais visível na Europa... e apenas marginal na Ásia".

Para Greenspan, a economia mundial continua interligada como antes. Ele discorda da idéia de que houve uma separação entre o destino da economia dos EUA e do restante do mundo.

"A variável crítica neste julgamento é o preço das moradias nos Estados Unidos", afirmou Greenspan.

"Eu espero a continuidade do declínio dos preços de moradias até que a taxa de liquidação de estoques atinja seu pico", acrescentou o ex-chairman do Fed, que estava acompanhado do primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, e do ministro inglês de Finanças, Alistair Darling.

 
<p>Ex-chairman do Federal Reserve,Greenspan, na sede da Reuters em Londres. O destino da economia global depende do que vai acontecer aos pre&ccedil;os de moradias nos Estados Unidos e isso pode n&atilde;o ser uma boa coisa, afirmou Alan Greenspan. 1o de outubro. Photo by Kieran Doherty</p>