Exportações caem em março pela 1a vez no governo Lula

terça-feira, 1 de abril de 2008 18:40 BRT
 

Por Isabel Versiani

BRASÍLIA (Reuters) - As exportações brasileiras caíram em março frente ao mesmo período do ano anterior, primeira queda nesse tipo de comparação registrada no governo Luiz Inácio Lula da Silva.

O recuo das vendas externas, aliada à aceleração das importações, resultou em um superávit comercial de 1,012 bilhão de dólares no mês passado --cerca de um terço dos 3,306 bilhões de dólares registrados em março de 2007.

O governo atribuiu o mau desempenho das exportações, divulgadas nesta terça-feira, a uma retração que considera temporária dos embarques de minério de ferro, soja e petróleo, além de um menor número de dias úteis.

"Esperamos que para o resto do ano possamos recuperar uma série dos itens que tiveram pouca exportação até agora", afirmou a jornalistas o secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Welber Barral.

As exportações brasileiras somaram 12,613 bilhões de dólares no mês passado, queda de 2,14 por cento em relação aos 12,889 bilhões de dólares de março de 2007. Na comparação com a média diária, as exportações subiram 7,6 por cento.

As importações, por outro lado, tiveram alta de 21 por cento frente ao ano passado e somaram 11,601 bilhões de dólares. Na média diária, a alta foi de 33,2 por cento.

PREÇOS X DEMANDA

Segundo Barral, a demanda por minério de ferro teria se retraído no mês passado por conta do anúncio do reajuste de preços da commodity. Os embarques brasileiros somaram 14 milhões de toneladas no mês passado, frente à média mensal de 20 milhões de toneladas, de acordo com o secretário.   Continuação...