BOLSA EUROPA-UBS impulsiona alta em bancos e incentiva mercados

terça-feira, 1 de abril de 2008 08:57 BRT
 

Por Amanda Cooper

LONDRES, 1o de abril (Reuters) - As principais bolsas européias operavam em alta na manhã desta terça-feira depois que o UBS UBSN.VX revelou novas baixas contábeis e uma reorganização que investidores esperam que finalmente vai gerar um processo de recuperação nas ações da instituição.

Às 8h54 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que segue as principais empresas da Europa, tinha alta de 1,63 por cento, a 1.282 pontos. O indicador inicia o segundo trimestre com força depois de perder 16 por cento nos primeiros três meses do ano, na pior performance desde 2002.

O setor bancário tinha o melhor desempenho do dia no índice, mesmo depois do Deutsche Bank (DBKGn.DE: Cotações) surpreender os investidores com uma baixa contábil de 2,5 bilhões de euros (3,9 bilhões de dólares), equivalente a mais de 30 por cento de seu lucro líquido em 2007. As ações do Deutsche subiam 3,1 por cento.

Outros bancos também exibiam valorização, como Barclays (BARC.L: Cotações), Société Générale (SOGN.PA: Cotações), Royal Bank of Scotland (RBS.L: Cotações) e Credit Agricole (CAGR.PA: Cotações) avançando entre 4,5 e 5,8 por cento.

Analistas disseram que apesar do UBS inspirar otimismo no mercado, há ainda vários riscos a qualquer recuperação.

"A história recente sugere que os bancos seguiram o fim de notícias ruins com mais notícias ruins", disse Roger Noddings, diretor de investimentos do HSBC Investments

Enquanto isso, Justin Urquhart Stewart, diretor na 7 Investment Management afirma que "é como apertar um tubo de pasta de dente usado. Sempre que você acha que acabou, tem mais para aparecer. Por cauda da estrutura desses negócios... essas coisas somente voltam para assombrar os bancos mais tarde, particularmente quando se descobre que os ativos em que eles se sustentam não são confiáveis", explicou.

O UBS divulgou 19 bilhões de dólares adicionais em baixas contábeis nesta terça-feira e afirmou que está agrupando unidades fracas do grupo em uma divisão.   Continuação...