February 1, 2008 / 12:13 PM / in 9 years

China compra fatia da Rio Tinto e ameaça plano da BHP

3 Min, DE LEITURA

Por Eric Onstad e Lucy Hornby

LONDRES (Reuters) - A gigante estatal chinesa Chinalco se juntou com a produtora norte-americana de alumínio Alcoa para comprar 12 por cento da Rio Tinto, ameaçando planos da BHP Billiton .

A movimentação de 14 bilhões de dólares da estatal Aluminum Corp of China (Chinalco), investimento recorde da China no estrangeiro, ocorre dias antes do prazo final, na quarta-feira, para a BHP realizar uma proposta pela Rio Tinto ou desistir de vez.

A Chinalco e a Alcoa afirmaram ter adquirido 12 por cento das ações da Rio Tinto listadas em Londres, o que garante às duas compradoras uma participação acionária total de 9 por cento, incluindo os papéis da Rio Tinto listados na Austrália.

"Este investimento foi conduzido primeiramente por nossa estratégia de nos tornarmos uma companhia de metais e mineração diversificada", disse Xiao Yaqing, presidente da Chinalco, a repórteres em Londres.

Segundo Yaqing, o governo chinês não interfere nas decisões da companhia.

Não estava nos planos da Chinalco e da Alcoa realizar uma oferta por toda a companhia, mas as empresas se reservaram o direito de fazer tal oferta se qualquer outra empresa o fizer.

De acordo com a Rio Tinto, segunda maior mineradora do mundo em valor de mercado, a compra apenas reforçava seu posicionamento sobre uma proposta subvalorizada por parte da BHP.

A Rio Tinto, rejeitou uma oferta de aproximadamente 126 bilhões de dólares da BHP -- maior mineradora global --, e analistas têm especulado que a China esteja procurando influenciar no negócio como maior consumidora de ambas as companhias.

Investidores disseram que a participação da Chinalco não é suficiente para impedir a BHP de comprar a Rio Tinto.

"Isso tem todas as aparências de uma tentativa de paralisar os negócios... Isso pára tudo já que você não pode eliminar minorias", disse Grahm Birch, gerente de fundos da BlackRock, grande acionista de ambas as empresas, Rio Tinto e BHP.

"Foi planejado para estragar a sopa da BHP".

O banco de investimento Lehman Brothers disse que comprou uma parcela da Rio Tinto para a Chinalco e Alcoa por 60 libras por ação, 21 por cento acima do preço de fechamento de 49,56 libras da ação de quinta-feira.

As ações da Rio Tinto subiram 16 por cento para 57,49 dólares, enquanto que as ações da unidade de Chinalco, Aluminum Corp of China Ltd (Chalco) , subiram mais de 15 por cento. As ações da BHP se valorizaram 12 por cento.

A atual proposta da BHP pela Rio Tinto seria a segunda maior aquisição do mundo e criaria uma mineradora gigante de 310 bilhões de dólares, acumulando um controle de diversas commodities como cobre, alumínio, ferro e carvão.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below