August 1, 2008 / 8:33 PM / in 9 years

PANORAMA2-Mercado reage com cautela a dados de emprego nos EUA

4 Min, DE LEITURA

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 1o de agosto (Reuters) - O relatório sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos deu sinais contraditórios e fez com que as bolsas de valores norte-americanas, já preocupadas com a alta do petróleo e com o prejuízo bilionário da General Motors, encerrassem a sexta-feira em queda.

O corte de 51 mil postos no mês passado foi inicialmente comemorado pelo mercado, que temia um resultado ainda pior. Mas julho foi o sétimo mês seguido de fechamento de vagas --sequência que, desde o fim da Segunda Guerra Mundial, só aconteceu em épocas de recessão.

No fim, prevaleceu a cautela sobre a situação econômica dos EUA.

"Isso confirma que o mercado de trabalho está se deteriorando e não há razão para acreditar que a tendência vá mudar ao longo dos próximos meses, nem dos próximos trimestres", disse Jean-Marc Lucas, economista do BNP Paribas, em Paris.

Em Wall Street, as ações foram influenciadas também pela alta do petróleo, que reagiu a uma piora da percepção sobre o Irã, e pelo prejuízo de 15,5 bilhões de dólares da General Motors (GM.N) no segundo trimestre.

Na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), a baixa foi amplificada pelo tombo das ações ligadas a commodities. A Petrobras (PETR4.SA) recuou 3,9 por cento e a Vale (VALE5.SA) despencou 5,9 por cento.

O dólar, mesmo com o tumulto nas bolsas, fechou em leve baixa diante do real. O motivo apontado por agentes de mercado foi o ingresso de recursos para o acordo entre as mineradoras Anglo American (AAL.L) e MMX MMXM3.SA, de Eike Batista.

No mercado de juros futuros, a divulgação de um índice mais ameno de inflação permitiu o recuo da maioria das taxas.

Veja como encerraram os principais mercados nesta sexta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,562 real, com variação negativa de 0,06 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 7,64 bilhões de dólares.

Bolsa .Bvsp

O Ibovespa caiu 3,15 por cento, a 57.630 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 4,19 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em baixa de 2,59 por cento, aos 35.665 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) fechou em baixa na BM&F. O DI janeiro de 2009 manteve-se em 13,71 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu a 14,77 por cento.

Global 40 braglb40=Rr

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, mostrava estabilidade no final da tarde, a 132,06 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 5,45 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil subia 3 pontos, a 229 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 287 pontos-básicos.

Bolsas Dos Eua

O índice Dow Jones .DJI perdeu 0,45 por cento, a 11.326 pontos. O Nasdaq .IXIC caiu 0,63 por cento, para 2.310 pontos. O índice S&P 500 .SPX recuou 0,56 por cento, aos 1.260 pontos.

Treasuries De 10 Anos us10yt=Rr

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia levemente e o rendimento cedia para 3,94 por cento no final da tarde ante 3,96 por cento na quinta-feira.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Reportagem adicional de Aluísio Alves e Fabio Gehrke; Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below