Ataque suicida contra ônibus militar no Paquistão mata 8

quinta-feira, 1 de novembro de 2007 07:48 BRST
 

Por Mohsin Raza

SARGODHA (Reuters) - Um homem-bomba em uma motocicleta atingiu um ônibus da Força Aérea paquistanesa, matando ao menos oito pessoas nesta quinta-feira, no momento em que militantes inspirados pela rede Al Qaeda intensificam uma campanha para desestabilizar o presidente Pervez Musharraf.

O segundo ataque suicida no país esta semana teve por alvo um ônibus que transportava funcionários para uma base aérea em Sargodha, na Província de Punjab, informaram os militares.

"Oito pessoas morreram, incluindo quatro oficiais", disse o porta-voz militar major general Waheed Arshad.

Segundo nota da Força Aérea, 27 pessoas ficaram feridas.

A polícia disse ter encontrado a cabeça do suspeito de ser o homem-bomba.

Nos últimos quatro meses, a situação da segurança deteriorou-se fortemente no Paquistão e mais de 700 pessoas já morreram em violência ligada a militantes -- houve 22 ataques suicidas.

Após a explosão, o índice da bolsa de valores local fechou em baixa de cerca de 2,7 por cento, à medida que a violência e a incerteza política preocupam investidores antes de eleições programadas para janeiro. Este pleito tem por objetivo realizar a transição no país para uma democracia liderada por civis.

Mas especula-se que o presidente Pervez Musharraf, que subiu ao poder em um golpe militar oito anos atrás, poderia suspender os planos para a eleição e impor uma lei marcial.

A Suprema Corte deve determinar nos próximos dias se a reeleição do general Musharraf pelo Parlamento, no dia 6 de outubro, foi legítima.

 
<p>Seguran&ccedil;as da for&ccedil;a a&eacute;rea paquistanesa perto de &ocirc;nibus danificado em ataque suicida em Sargodha. Um homem-bomba em uma motocicleta atingiu um &ocirc;nibus da For&ccedil;a A&eacute;rea paquistanesa, matando ao menos oito pessoas nesta quinta-feira. Photo by Mohsin Raza</p>