RPT-TSE recomenda rejeição das contas de Alckmin de 2006

quinta-feira, 1 de novembro de 2007 07:51 BRST
 

(Repete texto publicado na noite de quarta-feira)

RIO DE JANEIRO, 1o de novembro (Reuters) - Um parecer técnico do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recomendou a rejeição da prestação de contas do candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin, e do comitê financeiro do partido na campanha de 2006.

Em nota publicada no site do TSE, os técnicos que examinam contas eleitorais e partidárias apontam infrações como doações de fontes vedadas, no total de 326.600 reais.

Também foram apontadas como operações irregulares despesas anteriores à abertura de conta bancária, despesas sem documentação fiscal, doações declaradas sem correspondência no extrato bancário, créditos no extrato bancário sem identificação, estornos de entrada e saída da conta bancária do comitê sem identificação e dívida de campanha de mais de 19 milhões de reais.

O relatório técnico foi encaminhado ao relator do caso, ministro José Delgado.