Perdas em banco de investimento reduzem lucro do Credit Suisse

quinta-feira, 1 de novembro de 2007 08:47 BRST
 

Por Andrew Hurst

ZURIQUE (Reuters) - O Credit Suisse informou que o lucro do terceiro trimestre de seu banco de investimento foi eliminado por baixas contábeis, o que gerou uma queda de 31 por cento no lucro líquido, para 1,3 bilhão de francos suíços (1,12 bilhão de dólares).

A receita da unidade de banco de investimento foi atingida por baixas contábeis de mais de 2,2 bilhões de francos suíços (1,9 bilhão de dólares) geradas por compromissos com empréstimos alavancados, hipotecas residenciais e obrigações colateralizadas de dívida. A divisão praticamente ficou no ponto de equilíbrio entre lucro e prejuízo.

As ações do banco caíam 2,7 por cento, enquanto o índice de bancos europeus recuava 1,52 por cento.

Grandes bancos do mundo assumiram encargos de mais de 20 bilhões de dólares por conta de perdas com ativos lastreados em hipotecas, que têm sido prejudicados por aumento na inadimplência no segmento de alto risco.

"As condições extremas do mercado que foram a característica do terceiro trimestre afetaram nossos negócios", disse o presidente-executivo do banco, Brady Dougan, em comunicado nesta quinta-feira.

"É muito cedo para prever quando todos os mercados afetados retornarão a níveis normais", acrescentou.

Mais cedo nesta semana, o rival do Credit Suisse, o UBS, divulgou um prejuízo de terceiro trimestre maior que o esperado e alertou que mais baixas contábeis podem ocorrer no quarto trimestre. Na semana passada, o norte-americano Merrill Lynch divulgou perdas inesperadas de 8,4 bilhões de dólares em baixas contábeis.

"Eles (o Credit Suisse) tiveram 1,3 bilhão de francos (de lucro líquido), mas a qualidade do balanço é mais fraca do que eu esperava", disse Andreas Venditti, da ZKB.

Uma média de 14 analistas consultados pela Reuters previa lucro líquido de 1,268 bilhão de francos.

REUTERS AAJ CS