Todos na Opep apóiam manutenção da oferta de petróleo, diz Irã

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008 07:33 BRST
 

Por Summer Said e Simon Webb

VIENA, 1o de fevereiro (Reuters) - Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) definiram nesta sexta-feira que devem manter a produção da commodity, apesar das preocupações de que o preço a 90 dólares por barril esteja impondo dificuldades a economias do Ocidente.

Um pouco antes da reunião do cartel, o ministro do Petróleo do Irã, Gholamhossein Nozari, afirmou que todos querem que a política não seja alterada.

O ministro saudita do Petróleo, Ali al-Naimi, vai apoiar essa posição, segundo o jornal al-Hayat.

Os Estados Unidos têm liderado um apelo por mais petróleo da Opep, afirmando que os custos mais baixos de combustíveis poderiam impulsionar sua economia.

Mas Venezuela e Irã já sugeriram que a Opep poderia ter que considerar até um corte na produção na reunião de março.

(Tradução Redação São Paulo; 5511 5644-7732)

REUTERS DM CS