BOLSA EUROPA-Setor de bancos pressiona mercados, Unilever avança

quinta-feira, 1 de novembro de 2007 09:29 BRST
 

Por Blaise Robinson

PARIS, 1o de novembro (Reuters) - As bolsas de valores da Europa operavam em baixa nesta quinta-feira, pressionadas pelo setor bancário um dia depois que o Federal Reserve reduziu os juros dos Estados Unidos.

As ações da Unilever (ULVR.L: Cotações) saltavam 4,5 por cento depois que a gigante de produtos de consumo divulgou resultados do terceiro trimestre e informou que está seguindo plano para cumprir suas metas anuais.

Às 9h22 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 .FTEU3, que reúne os principais mercados europeus, exibia queda de 0,24 por cento, a 1.591 pontos.

O Credit Suisse CSGN.VX recuava 2,18 por cento depois que o banco divulgou uma queda de 31 por cento no lucro trimestral, com sua unidade de banco de investimento apresentando resultado praticamente no ponto de equilíbrio entre lucro e prejuízo. Para ler mais, clique [ID:nN01384796]

Outros bancos também recuavam. As ações do HSBC (HSBA.L: Cotações) caíam 0,89 por cento enquanto os papéis do Barclays (BARC.L: Cotações) tinham queda de 2,81 por cento. O Dexia DEXI.PA(DEXI.BR: Cotações) tinha desvalorização de 3,5 por cento depois que sua subsidiária norte-americana divulgou grande prejuízo por causa de perdas com títulos de dívida.

Depois que os mercados europeus fecharam na quarta-feira, o Federal Reserve reduziu os juros nos Estados Unidos em 0,25 ponto percentual para escorar a economia diante da crise do mercado imobiliário de crédito, mas a autoridade monetária sugeriu que novas reduções na taxa estão longe de ser aposta certa.

"A única surpresa do Fed foi o sinal de que é provavelmente o último corte por agora", disse Ad van Tiggelen, estrategista sênior do ING Investment Management.

  Continuação...