CÂMBIO-Dólar reage a comunicado do Fed e opera em alta

quinta-feira, 1 de novembro de 2007 10:04 BRST
 

SÃO PAULO, 1o de novembro (Reuters) - O dólar operava em alta nesta quarta-feira, acompanhando a reação dos mercados internacionais à definição dos juros nos Estados Unidos.

Às 10h02, a moeda norte-americana BRBY subia 0,23 por cento, para 1,742 real. O dólar caiu, que nas últimas cinco sessões, fechou na véspera no menor valor desde março de 2000 --1,738 real.

A reunião do Federal Reserve sobre os juros dos Estados Unidos terminou na quarta-feira após o fechamento do mercado de câmbio brasileiro. O banco central norte-americano, que já havia reduzido a taxa básica em 0,5 ponto percentual na reunião anterior, decidiu fazer um novo corte de 0,25 ponto percentual para proteger a economia dos efeitos provocados pela desaceleração do setor imobiliário e a crise de crédito.

A redução, segundo agentes de mercado, contribui para a desvalorização do dólar em relação às outras moedas, já que diminui o rendimento pago pelos títulos norte-americanos.

A divisa, no entanto, operava em alta nos mercados globais. Isso ocorria por conta do comunicado divulgado pelo Fed após a decisão. O documento, na opinião de analistas, diminuiu as chances de um terceiro corte seguido dos juros neste ano.

"O dólar está ganhando peso um pouco pela expectativa de que talvez não tenha mais corte (de juros nos Estados Unidos) até o fim do ano", disse Gustavo Cunha, operador de derivativos do Rabobank, salientando que a sessão ainda tinha pouca liquidez na véspera do feriado de Finados.