Economia receberá R$64 bi do 13o salário neste ano

quinta-feira, 1 de novembro de 2007 12:33 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O 13o salário injetará 64 bilhões de reais na economia brasileira neste ano --valor superior ao de 2006 e equivalente a 2,5 por cento do Produto Interno Bruto (PIB)--, segundo estimativa feita pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócioeconômicos (Dieese).

De acordo com o estudo divulgado nesta quinta-feira, cerca de 64 milhões de brasileiros receberão o 13o salário. Este ano, a pesquisa passou a incluir também os aposentados e pensionistas da União e dos Estados.

Assim, para efeitos de comparação com 2006, devem ser comparados 58 bilhões de reais deste ano com 53 bilhões de reais injetados com o pagamento do 13o no ano passado, o que dá um crescimento de 9,4 por cento.

O valor médio nacional do 13o salário deve ser de 919 reais, sendo o maior pago em Brasília, 1.947 reais, e o menor no Maranhão, 554 reais.

A maior parcela dos recursos do 13o, 51 por cento, deve ficar na região Sudeste. Em São Paulo, o 13o deve colocar na economia 21 bilhões de reais.