São Martinho lança plano para triplicar moagem até 2020

sexta-feira, 1 de agosto de 2008 10:58 BRT
 

SÃO PAULO, 1o de agosto (Reuters) - O grupo São Martinho (SMTO3.SA: Cotações), um dos maiores produtores de açúcar e álcool do Brasil, anunciou planos para triplicar sua produção de cana-de-açúcar até 2020, para 30 milhões de toneladas, de acordo com nota da empresa.

Para a safra 2008/2009, o São Martinho prevê uma moagem de 11,6 milhões de toneladas de cana, contra 10,2 milhões em 07/08, direcionando 64 por cento para a produção de etanol, em meio a preços mais remuneradores do combustível.

Dessa forma, o grupo espera produzir em 08/09 aproximadamente 631 milhões de litros de etanol e 578 mil toneladas de açúcar.

A empresa informou ainda que a entrada em operação da Usina Boa Vista, complexo que o grupo está construindo em Quirinópolis (GO), vai agregar na safra 2010/2011 outros 3,4 milhões de toneladas ao volume total de cana processada pela empresa.

A usina Boa Vista será totalmente dedicada à produção de etanol.

Para pôr em prática o plano de expansão de longo prazo, que inclui uma gestão totalmente profissionalizada, o Conselho de Administração oficializou na quinta-feira o nome do engenheiro Fabio Venturelli como novo presidente executivo.

João Guilherme Ometto, principal controlador da empresa, passa a ocupar o cargo de presidente do Conselho de Administração.

A companhia não divulgou o valor de investimentos para triplicar a produção até 2020.

A empresa avalia que conta a favor de sua estratégia de crescimento o elevado índice de mecanização na colheita --atualmente com 87,5 por cento, contra 42 por cento do mercado-- e a alta produtividade de 87,3 toneladas de cana por hectare plantado, contra 78,8 ton/ha do mercado.   Continuação...