ATUALIZA-PETROBRAS espera decisão sobre pré-sal até setembro

sexta-feira, 1 de agosto de 2008 13:52 BRT
 

(Texto atualizado com mais detalhes e declarações)

LONDRES, 1o de agosto (Reuters) - O presidente da Petrobras (PETR4.SA: Cotações), José Sergio Gabrielli, afirmou na sexta-feira que o grupo interministerial formado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentará em dois meses uma proposta sobre a possível criação de uma empresa para explorar os reservatórios gigantes da área pré-sal.

Alguns integrantes do governo defendem a criação de uma nova estatal para explorar essa área da costa brasileira, que têm grande potencial produtivo, como forma de garantir maior receita para o país.

A área pré-sal é uma faixa que se estende das águas ultra-profundas do Espírito Santo a Santa Catarina e pode conter reservas de bilhões de barris de óleo equivalente (petróleo e gás natural).

"O grupo tem dois meses para apresentar uma proposta sobre o assunto", disse Gabrielli em Londres, recusando-se entretanto a dar uma estimativa sobre o tamanho das reservas.

A comissão tem cinco membros: Edison Lobão, de Minas e Energia; Dilma Rousseff, da Casa Civil; Miguel Jorge, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; Guido Mantega, da Fazenda; e Paulo Bernardo, do Planejamento.

Diante dos altos custos que serão exigidos para a exploração da área do pré-sal, o presidente da Petrobras afirmou que a estatal tem capacidade de elevar a taxa de alavancagem de investimentos da empresa dos atuais 17 por cento para 35 por cento.

Gabrielli disse ainda acreditar que a tendência dos preços do petróleo é de alta pelos próximos cinco anos. No mês passado, os preços atingiram o recorde de 147 dólares o barril, mas caíram desde então e nesta sexta-feira era negociado por volta de 126 dólares.

(Por Hsu Chuang Khoo)