Vale vê alta de 10% nas exportações de minério à China em 2008

terça-feira, 1 de abril de 2008 07:38 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A Vale planeja exportar mais de 100 milhões de toneladas de minério de ferro para a China neste ano, sob termos de contrato, um aumento de 10 por cento sobre 2007, disse o presidente da unidade chinesa da empresa nesta terça-feira.

Questionado sobre se a paralisação das negociações de preços entre as mineradoras australianas e as siderúrgicas pode aumentar as vendas da Vale para a China, Michael Zhu, presidente da Vale China, disse que "não temos escopo para aumentar nessa quantidade".

A Vale, maior produtora de minério de ferro do mundo, chegou em fevereiro a um acordo com as siderúrgicas chinesas para alta de 65 a 71 por cento nos preços da commodity. O acordo da Vale costuma servir de referência para as mineradoras australianas.

Mas os crescentes preços do minério no mercado à vista levaram as australianas Rio Tinto e BHP Billiton a tentar um reajuste maior, baseado na vantagem de frete que possuem em relação ao Brasil.

Zhu acrescentou que a Vale está em conversações para montar várias unidades de pelotização de minério de ferro na China, incluindo nas cidades de Rizhao, Anyang e Caofeidian, município em que a Shougang Group, um dos maiores grupos siderúrgicos do país, está baseado.

Ele preferiu não comentar o tamanho desse investimento.

Em janeiro, a Vale iniciou operação de uma pelotizadora em Zhuhai, na província de Guangdong, com capacidade anual para 1,2 milhão de toneladas.

A companhia também planeja construir grandes embarcações para transporte de minério, que teriam capacidade para até 400 mil toneladas cada, em quatro estaleiros da China. Eles podem entrar em operação em 2011, que poderia ajudar a Vale a reduzir diferenças de frete em relação às mineradoras australianas.

A Vale produziu 295,9 milhões de toneladas de minério de ferro em 2007, das quais 96 milhões foram vendidas para a China.