CÂMBIO-Dólar sobe com incertezas sobre votação do plano dos EUA

quarta-feira, 1 de outubro de 2008 11:32 BRT
 

SÃO PAULO, 1o de outubro (Reuters) - O dólar avançava mais de 1 por cento nesta quarta-feira e refletia as incertezas do mercado em relação à votação do pacote de resgate dos Estados Unidos às instituições financeiras.

Às 11h27, a moeda norte-americana BRBY operava em alta de 1,3 por cento, cotado a 1,931 real, após abertura pouco mais tarde que o normal.

"O problema é o mesmo: a questão da votação americana... Gera um período irracional, os fundamentos perdem razão", disse Marcelo Voss, economista-chefe da corretora Liquidez, referindo-se à alta volatilidade do mercado nos últimos dias.

Dois dias após a rejeição na Câmara, que provocou o derretimento dos mercados globais, o plano de ajuda norte-americano ao setor financeiro foi revisado e será votado nesta noite no Senado.

Autoridades financeiras da Europa fizeram um apelo para que os senadores aprovem a proposta. Desde o fim de semana, várias instituições financeiras da zona do euro têm recebido capital de governos, com a disseminação da crise de crédito dos EUA.

Refletindo a insegurança do mercado, o principal índice da Bovespa .BVSP caía 2,6 por cento e seguia o movimento das bolsas norte-americanas, que tinham queda superior a 1 por cento.

Nesta quarta-feira, às 12h30 o Banco Central vai divulgar os dados do fluxo cambial até o dia 26 de setembro.

(Reportagem de Jenifer Corrêa; edição de Alexandre Caverni)