BOLSA EUA-Wall St recua com preocupação sobre crédito e economia

quarta-feira, 1 de outubro de 2008 19:48 BRT
 

 (Texto atualizado com mais informações e comentário de
analistas)
 Por Steven C. Johnson
 NOVA YORK, 1o de outubro (Reuters) - As bolsas
norte-americanas fecharam em queda nesta quarta-feira com o
aperto dos mercados de crédito, e dados econômicos desanimadores
mantiveram os investidores em cautela antes de o Senado votar
um
plano de resgate renovado, que foi inicialmente rejeitado pelos
parlamentares.
O índice Dow Jones .DJI, referência da bolsa de Nova York,
recuou 0,18 por cento, para 10.831 pontos. O termômetro de
tecnologia Nasdaq .IXIC caiu 1,07 por cento, para 2.069
pontos. O índice Standard & Poor's 500 .SPX teve
desvalorização de 0,45 por cento, para 1.161 pontos.
 As operações foram voláteis durante o dia após Wall Street
registrar o seu melhor desempenho em seis anos, e os
investidores se preocuparam sobre a eficiência do pacote de
ajuda de 700 bilhões de dólares nos Estados Unidos em uma
recessão.
 Os investidores descaregaram as ações de tecnologia,
indústria e energia, incluindo os termômetros econômicos
General Electric (GE.N: Cotações), que recuou quase 4 por cento, e
a fabricante de máquinas pesadas Caterpillar (CAT.N: Cotações), que
perderam 4,5 por cento.
 No final do dia, as ações do GE devolveram parte da forte
queda depois que o investidor Warren Buffett afirmou que
planeja injetar 3 bilhões de dólares na conglomerado
industrial, mas os ganhos não duraram.
 Mas o principal foco dos investidores é o destino do pacote
de socorro, que deve ser votado no Senado ainda nesta
quarta-feira. A Câmara dos Deputados chocou os mercados
votando contra uma versão anterior do pacote, na segunda-feira.
 "Fé cega não funciona desta vez após a decepção de
segunda-feira", afirmou Andre Bakhos, presidente da Princeton
Financial Group. "As pessoas estão cautelosas e eles não
confiam que o plano de ajuda será uma solução definitiva. E não
será."