Corte de despesa e aumento de impostos compensarão CPMF

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008 18:43 BRST
 

Por Isabel Versiani

BRASÍLIA (Reuters) - O governo anunciou nesta quarta-feira um corte de despesas de 20 bilhões de reais e a elevação de tributos cobrados sobre operações de crédito, de câmbio e também dos bancos como medidas para compensar o fim da CPMF.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, classificou as iniciativas como um "ajuste mínimo" que, segundo ele, não afetarão o ritmo de crescimento da economia nem ferem compromisso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de não criar novos impostos para enfrentar o fim do tributo do cheque.

O governo passará a cobrar Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 0,38 por cento sobre operações de crédito, de seguros e de câmbio que não eram sujeitas ao tributo.

As operações que já são alvo do IOF sofrerão um aumento da alíquota de 0,38 ponto percentual.

O governo também resolveu elevar a alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido(CSLL) do setor financeiro de 9 para 15 por cento.

Essas duas medidas deverão gerar uma arrecadação de cerca de 10 bilhões de reais, informou Mantega.

Ele acrescentou que o corte orçamentário afetará despesas do Executivo, Legislativo e Judiciário e deverá preservar investimentos sociais e também obras do Programa de Aceleração do Crescimento.

Mantega afirmou ainda que os recursos que ficam faltando para compensar os 40 bilhões de reais que seriam arrecadados com a CPMF serão obtidos com o esperado aumento da arrecadação decorrente da expansão econômica.   Continuação...

 
<p>O governo anunciou nesta quarta-feira um corte de despesas de 20 bilh&otilde;es de reais e a eleva&ccedil;&atilde;o de tributos cobrados sobre opera&ccedil;&otilde;es de cr&eacute;dito, de c&acirc;mbio e tamb&eacute;m dos bancos como medidas para compensar o fim da CPMF. Foto do ministro da Fazenda, Guido Mantega, e do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, 2 de janeiro em Bras&iacute;lia, durante o an&uacute;ncio das medidas. Photo by Jamil Bittar</p>