Wachovia afasta presidente após aumento de prejuízos

segunda-feira, 2 de junho de 2008 12:37 BRT
 

BANGALORE, 2 de junho (Reuters) - O Wachovia WB.N afastou Ken Thompson da presidência-executiva do quarto maior banco dos Estados Unidos em meio a crescentes problemas legais e perdas com empréstimos vinculados à compra de uma grande casa de hipotecas pouco antes do estouro da bolha imobiliária do país.

Lanty Smith, que substituiu Thompson como presidente do conselho no mês passado, foi indicado como presidente-executivo interino, informou o Wachovia nesta segunda-feira.

O Wachovia pediu para Thompson sair alguns dias atrás e tomou a decisão formal de substituí-lo no domingo.

As ações do banco caíam mais de 3 por cento nesta manhã enquanto o Dow Jones .DJI caía 1,2 por cento.

Thompson, 57, era presidente-executivo da instituição desde abril de 2000 a até o mês passado era presidente do conselho por cinco anos. Ele junta-se a uma crescente lista de importantes executivos de instituições financeiras que perderam seus postos desde o início da crise dos mercados de crédito em meados do ano passado. A lista inclui Charles Prince, do Citigroup (C.N: Cotações), e Stanley O'Neal, do Merrill Lynch.

O Wachovia levantou nestre trimestre 8,05 bilhões de dólares em capital, cortou dividendos, quase dobrou o prejuízo do período e anunciou mais de 1 bilhão de dólares em potenciais encargos relacionados a assuntos legais e regulatórios.

A quebra do contrato do executivo vai render a Thompson pagamento de 16 meses de salário-base ou 1,45 milhão de dólares.

(Por Jonathan Stempel)