CÂMBIO-Dólar repercute grau de investimento e fecha a R$1,65

sexta-feira, 2 de maio de 2008 16:18 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 2 de maio (Reuters) - A elevação do Brasil para grau de investimento provocou mais uma queda do dólar nesta sexta-feira, em uma sessão de volume reduzido pelo feriado do Dia do Trabalho.

A moeda norte-americana BRBY terminou com baixa de 0,78 por cento, a 1,650 real, menor valor de fechamento desde 10 de maio de 1999. Na mínima do dia, o dólar chegou a ser cotado a 1,643 real.

A maior parte das operações foi realizada durante a manhã, repercutindo a promoção do Brasil pela agência de classificação de risco Standard & Poor's, na quarta-feira.

Após uma queda mais abrupta no começo da sessão, o mercado se acomodou e passou a oscilar de acordo com operações pontuais e com a volatilidade externa.

"Foi bem sossegado... É normal por ser uma sexta-feira no meio do feriado", disse Mario Battistel, gerente da Fair Corretora. Ele relatou que, até a última hora de negócios, haviam sido registrados pouco menos de 1 bilhão de dólares em volume de transações.

Na próxima semana, a retomada do volume normal do mercado pode favorecer a continuidade da queda do dólar. A expectativa de alguns agentes é que o grau de investimento abra espaço para um aumento do fluxo de recursos para o país.

"Acredito que, devagarinho, essa taxa vai pegar ainda mais força na descendente", afirmou o gerente.

Mesmo com o volume reduzido pelo feriado, o Banco Central realizou o rotineiro leilão de compra de dólares no mercado à vista. A autoridade monetária aceitou duas propostas, segundo operadores, e definiu taxa de corte a 1,6490 real.

(Edição de Cláudia Pires)