Chávez alerta para "guerra" se Colômbia entrar na Venezuela

domingo, 2 de março de 2008 10:36 BRT
 

CARACAS, 2 de março (Reuters) - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse no sábado que o governo da Colômbia violou o território do Equador ao atacar um acampamento das Farc que levou à morte do líder guerrilheiro Raúl Reyes, e alertou que uma ação similiar em seu país levaria à guerra.

"Não pense que você pode fazer isto aqui... porque isto seria extremamente sério e a causa para uma guerra... Não há desculpa", disse Chávez.

Caracas e Bogotá estão no meio de uma grave crise diplomática desde que o presidente colombiano, Alvaro Uribe, suspendeu a mediação de Chávez para a troca humanitária que buscava a libertação de dezenas de sequestrados pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O Exército da Colômbia disse que suas tropas mataram Raúl Reyes, líder das Farc, durante um ataque em um acampamento em uma região de floresta do Equador.

A operação incluiu ataques aéreos e lutas com os rebeldes na fronteira.

Reyes era um dos sete líderes mais importantes do grupo guerrilheiro. Ele morreu no sábado com outros 16 integrantes.