Empréstimo de US$50 bi para InBev comprar Budweiser é incerto

segunda-feira, 2 de junho de 2008 15:16 BRT
 

Por Alasdair Reilly

LONDRES, 2 de junho (Reuters) - O empréstimo para financiar a compra da cervejaria norte-americana Anheuser-Bush pela InBev é incerto, uma vez que as atuais condições restritas do mercado de crédito podem não comportar um pacote de financiamento desse porte, afirmaram bancos à Reuters Loan Pricing Corp.

O jornal Sunday Telegraph publicou que a InBev estava perto de conseguir um pacote de financiamento de 50 bilhões de dólares que lhe permitiria lançar uma oferta de compra da Anheuser-Bush, fabricante da cerveja norte-americana Budweiser.

"Se for desse tamanho, é um grande pedido ao mercado, com esse risco enorme", disse um importante representante de um banco nesta segunda-feira, que pediu para não ser identificado.

O jornal publicou que a companhia manteve contatos com JP Morgan, Santander, BNP Paribas e Merrill Lynch. Nenhum dos quatro bancos estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

Outros no setor estão mais céticos sobre até que ponto chegaram as negociações da cervejaria com os bancos.

"Isso é puro balão de ensaio na minha opinião", disse um outro representante de banco. "Os bancos envolvidos teriam que garantir dívida para a oferta ir para frente e eu não vejo isso acontecendo nesse mercado."

Os bancos estão enfrentando dificuldades com custos de financiamento nas alturas e o acordo da InBev seria caro, avaliam representantes do setor financeiro. Estimativas de margens variam de 250 a 400 pontos básicos sobre a Libor.

"Eu não vejo como algo desse tipo poderia ser feito sem uma enorme taxa sendo paga", disse um terceiro executivo de banco que também pediu para não ser identificado.

"Nada desse tamanho pode ser feito ainda", disse um quarto executivo.

A InBev, segunda maior cervejaria do mundo em volume, foi criada em 2004 com a compra da brasileira AmBev AMBV4.SA pela belga Interbrew. A companhia não comentou o eventual pacote de financiamento para uma oferta pela norte-americana.