ATUALIZA-Agrium: problema é "pânico" e não há queda de margem

quinta-feira, 2 de outubro de 2008 17:09 BRT
 

(Texto atualizado com mais informações)

WINNIPEG, Manitoba, 2 de outubro (Reuters) - A Agrium Inc (AGU.TO: Cotações) (AGU.N: Cotações) continua acreditando em boas margens de lucro nas suas operações com fertilizantes, apesar da queda acentuada das ações das empresas do setor nesta quinta-feira, disse um executivo da empresa.

"Eu acho que há apenas muito pânico no mercado agora, e o mercado está muito, muito volátil, e qualquer sinal de más notícias parece gerar uma enorme reação exagerada", afirmou Bruce Waterman, vice-presidente de Finanças.

"O que realmente acontece é que nenhuma companhia individual consegue resistir à onda de pânico nas vendas", finalizou Waterman.

Resultados abaixo do esperado da produtora de fertilizantes Mosaic (MOS.N: Cotações) e um rebaixamento do setor pelo Merrill Lynch pressionou as ações de empresas de fertilizantes e de outras empresas ligadas à agricultura nesta quinta-feira.

As ações da Agrium atingiram uma mínima de um ano na bolsa de Toronto. O papel perdeu 60 por cento de seu valor desde o pico de meados de junho.

Waterman afirmou que é "frustrante" ver as ações caindo enquanto as margens da companhia estão se expandindo e os lucros crescendo.

"Eu acho que as pessoas não sabem onde é o fundo do poço do mercado, então vão se retrair até ver o mercado começar a se recuperar e voltar à racionalidade", acrescentou.   Continuação...