Milhares de pessoas são afetadas por inundações no México

sexta-feira, 2 de novembro de 2007 15:44 BRST
 

Por Luis Manuel Lopez

VILLAHERMOSA, México, 2 de novembro (Reuters) - Pelo menos 500 mil mexicanos ficaram sem suas casas e uma pessoa morreu após as fortes chuvas da quinta-feira ao sul do Estado de Tabasco, que causaram a pior inundação na região dos últimos 50 anos.

O presidente Felipe Calderón disse que era uma das piores tragédias naturais da história do México.

Imagens da televisão mostraram equipes de resgate retirando pessoas das águas negras e turbulentas que subiram de vários rios até os telhados das casas. Crianças flutuavam na água com uma banheira de plástico.

Dezenas de milhares de mexicanos ficaram presos nos telhados de suas casas e outros se agarraram a postes de iluminação.

"Está ficando muito sério", disse Calderon na televisão.

O governador de Tabasco, Andres Granier, disse que mais de 1 milhão de pessoas -- cerca da metade da população do Estado -- estavam "na água", e que um grande número de pessoas ligou para programas de rádio locais pedindo para ser resgatadas.

As inundações transformaram cidades e pastagens da capital do Estado, Villahermosa, em lagos de lama. Alguns dos abrigos regulares do Estado tiveram que ser esvaziados depois que as inundações os atingiram.

Autoridades disseram que Tabasco perdeu toda sua plantação de bananas e outras colheitas, e que quatro-quintos do Estado estava debaixo de água.