Novo presidente da Portugal Tel quer mais proximidade com Vivo

quarta-feira, 2 de abril de 2008 11:31 BRT
 

LISBOA (Reuters) - A Portugal Telecom vai reforçar a proximidade operacional com as companhias internacionais onde tem participação, o que inclui a brasileira Vivo, que controla em parceria com a Telefónica, disse Zeinal Bava, nomeado na semana passada como presidente-executivo da companhia portuguesa.

Ele afirmou à Reuters que está muito satisfeito com o trabalho que Roberto Lima, presidente da Vivo, e sua equipe realizaram em 2007 e se disse otimista em relação às respostas que a operadora brasileira vai dar "aos desafios que se colocam em 2008".

"Vamos reforçar ainda mais o trabalho de equipe com a Vivo e com todas as empresas internacionais do grupo Portugal Telecom", afirmou Bava à Reuters, sobre a estratégia de massificação da oferta de TV da Portugal Telecom.

"Sempre houve essa proximidade (com a Vivo), mas agora ela vai ser reforçada e vamos trabalhar mais em conjunto", reiterou, frisando o trabalho sintonizado que está sendo feito "com a equipe de gestão da Vivo e com a Telefónica" na operadora brasileira.

Em uma nota aos funcionários da empresa após a sua nomeação, Bava apontou o crescimento como a prioridade da Portugal Telecom, realçando a importância das operações internacionais do grupo.

A aliança entre a Portugal Telecom e a Telefónica já foi posta em cheque quando a empresa espanhola se colocou ao lado da Sonaecom, que fez uma oferta hostil pelo controle da Portugal Telecom, mas não conseguiu sucesso.

A Telefónica já manifestou sua intenção de comprar a parte da Portugal Telecom na Vivo, mas a empresa portuguesa afirma que não está em posição vendedora e que até poderia comprar a parte da sócia espanhola.