Citigroup eleva preço-alvo de VALE e vê forte alta do minério

terça-feira, 2 de outubro de 2007 11:07 BRT
 

SÃO PAULO, 2 de outubro (Reuters) - A corretora Citigroup elevou nesta terça-feira o preço-alvo dos ADRs preferenciais da Companhia Vale do Rio Doce RIO_p.N de 29 dólares para 37 dólares. A instituição financeira vê forte alta do preço do minério de ferro à frente.

Na segunda-feira, esses papéis negociados na bolsa de valores de Nova York terminaram o dia a 30,67 dólares, acima do preço-alvo anterior da corretora.

O novo valor representa uma potencial de valorização de 20,6 por cento para os ADRs preferenciais da Vale em 12 meses.

Em relatório, o analista Alexander Hacking, do Citigroup, lembra que as ações da Vale do Rio Doce registraram valorização de cerca de 20 por cento desde que a corretora iniciou a cobertura da mineradora, três semanas atrás.

"Ainda assim vemos um potencial de valorização para a empresa em relação ao nível atual", escreveu o analista, mencionando a alta do preço do minério de ferro no mercado 'spot' e a expansão dos fundamentos da empresa em 2007, entre outros fatores.

Segundo o Citigroup, o preço à vista do minério de ferro indiano subiu 30 por cento em semtembro. Para alcançar paridade com esse valor, o minério da Vale do Rio Doce teria que subir 90 por cento para os contratos em 2008, segundo estimativa de Hacking.

"Estamos prevendo crescimento de 19 por cento na geração de caixa da Vale em 2008, considerando aumento de 30 por cento no minério de ferro e níquel a 10 dólares por libra-peso", disse o analista. "Isso aumenta para uma expansão de 40 por cento do Ebitda caso o preço do minério suba 50 por cento e o níquel esteja em 12 dólares por libra-peso", continuou.

O Citigroup aponta ainda preço-alvo de 44 dólares para os American Depositary Receipts (ADRs) ordinários da Vale (RIO.N: Cotações). No caso dos papéis da mineradora negociados na Bolsa de Valores de São Paulo, a corretora prevê 67 reais para as preferenciais (VALE5.SA: Cotações) e 79 reais para as ações com direito a voto (VALE3.SA: Cotações).

Às 11h05, os ADRs preferenciais da Vale estavam em baixa de 3,13 por cento, a 29,71 dólares. Os ADRs ordinários caíam 3,21 por cento, para 34,98 dólares.

Na Bovespa, as preferenciais da mineradora recuavam 2,34 por cento, para 54,30 reais, enquanto as ordinárias perdiam 2,44 por cento, a 64 reais. O Ibovespa .BVSP cedia 0,99 por cento.