Bernanke: recessão é possível, mas economia vai retomar

quarta-feira, 2 de abril de 2008 13:02 BRT
 

Por Mark Felsenthal

WASHINGTON (Reuters) - O chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, afirmou nesta quarta-feira que a economia norte-americana pode enfrentar uma leve recessão, mas o crescimento deve se recuperar à medida que o impacto dos fortes cortes de juro forem sentidos.

"A recessão é possível, mas recessão é um termo técnico... Não estou pronto para dizer se a economia dos EUA vai ou não enfrentar essa situação", disse a um comitê do Congresso.

"Este claramente é um período de crescimento muito lento, se estendendo desde o quarto trimestre do ano passado, e nós estamos tentando definir nossas políticas apropriadamente para essa situação", acrescentou.

"Nossas estimativas são de que estamos crescendo levemente neste momento, mas achamos que há uma chance de que no primeiro semestre como um todo possa haver uma leve contração."

Bernanke disse que a perspectiva econômica é altamente incerta é que há riscos. Ele acrescentou que a inflação continua sendo uma preocupação.

O Fed cortou o juro básico em 3 pontos percentuais, para 2,25 por cento, desde meados de setembro, e Bernanke não fechou a porta para mais reduções.

Mas ele disse que os cortes até agora e as medidas emergenciais para prover liquidez ao mercado devem promover crescimento ao longo do tempo. Esses comentáriso foram vistos nos mercados financeiros como um sinal de que a ação agressiva de corte de juros pode estar chegando a fim.

Bernanke disse também que os mercados financeiros continuam sob considerável pressão, mas as medidas de liquidez foram úteis para aliviar parte da tensão.   Continuação...