Para Citigroup, preços do etanol nos EUA vão melhorar em 2008

terça-feira, 2 de outubro de 2007 14:03 BRT
 

CHICAGO, 2 de outubro (Reuters) - Os preços do etanol norte-americano vão permanecer baixos pelos próximos seis meses, devido à grande oferta resultante do aumento da capacidade de produção, mas as cotações vão melhorar no primeiro trimestre de 2008, de acordo com uma pesquisa divulgada na terça-feira pelo Citigroup (C.N: Cotações).

"Apesar da persistência da fraqueza a curto prazo nos preços do etanol, continuamos a manter um panorama sólido para os preços e margens do produto a longo prazo, e a precificação do etanol deve mostrar tendências de melhora conforme 2008 avança, já que os preços do petróleo permanecem altos, sem sinais de afrouxar", escreveu o analista David Driscoll.

O Citigroup prevê uma capacidade de produção nos EUA de 8,5 bilhões de galões em 2007, contra 5,4 bilhões no ano passado. A capacidade deve atingir 12,7 bilhões até 2008 e 13,4 bilhões até 2009.

"Os preços do etanol em relação aos preços no atacado da gasolina ficaram sob pressão recentemente devido à abundância gerada pela nova capacidade que está surgindo e ao gargalo temporário resultante do sistema de distribuição de etanol para os produtores de gasolina no atacado", escreveu Driscoll.

Como resultado, o etanol estava sendo comercializado com um desconto de 39 centavos por galão contra a gasolina no atacado e o mercado não vai melhorar até o final do primeiro trimestre de 2008, disse ele.

Os custos recordes do milho e os preços reduzidos do etanol comprimiram a rentabilidade dos produtores de biocombustíveis dos EUA, acrescentaram analistas.