Decisão sobre 10a rodada da ANP pode sair na quarta, diz Lima

terça-feira, 2 de setembro de 2008 13:08 BRT
 

VITÓRIA (Reuters) - O diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Haroldo Lima, disse esperar que, após a reunião de quarta-feira do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), a décima rodada de leilão de áreas petrolíferas do Brasil seja autorizada.

Segundo Lima, se isso ocorrer, a ANP está preparada para realizar o leilão na segunda quinzena de dezembro, o que na sua avaliação não seria uma data adequada.

"Se ficar para a segunda quinzena, perto do Natal, eu penso que era melhor fazer no ano que vem, mas depende do CNPE", disse ele a jornalistas, pouco antes de evento em Vitória (ES) para marcar a extração do primeiro óleo do pré-sal.

De acordo com Lima, se o CNPE decidir que a décima rodada deve ocorrer este ano, a ANP terá que fazer um esforço concentrado e "talvez a gente possa fazer no final de novembro, se não tiver nenhum problema".

Ele reafirmou que, se houver a décima rodada, não serão leiloadas áreas localizadas no pré-sal ou em seu entorno.

Lima, que também participa da Comissão Interministerial que estuda mudanças no modelo do setor de petróleo do país, diante da descoberta de megareservas na camada pré-sal, disse que os trabalhos do grupo estão acelerados e que toda a fase de apresentação já foi realizada.

"Agora estamos em uma fase de convergência, de avaliação das informações para tomar uma decisão", acrescentou.

Ele prevê que os trabalhos na comissão deverão ser encerrados entre o final de setembro e começo de outubro.

Só então o presidente Luiz Inácio Lula da Silva receberá um parecer da comissão e abrirá o debate do assunto para a sociedade. Lima explicou que não pode dar declarações sobre as discussões na comissão interministerial, já que o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, foi designado pelo presidente para ser o único porta-voz da comissão, "para fazer declarações genéricas e imprecisas".

Ele informou ainda que a terceira rodadinha de leilões da ANP, que incluem blocos maduros em terra, também será avaliada na reunião do CNPE.

(Reportagem de Denise Luna)