Lula pede pressa ao Congresso nos tratados internacionais

terça-feira, 2 de outubro de 2007 18:31 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu ao Congresso, através dos líderes aliados, para acelerar a apreciação de tratados internacionais.

"Uma aprovação que demore muito pode afetar o cumprimento desses tratados", afirmou nesta terça-feira o porta-voz da Presidência, Marcelo Baumbach.

Embora o pedido de ingresso da Venezuela no Mercosul não tenha sido mencionado diretamente, este é um caso de interesse do governo brasileiro que está paralisado no Congresso.

Na última semana de setembro, a base aliada do governo adiou para 24 de outubro a votação da proposta venezuelana na Comissão de Relações Exteriores da Câmara.

O processo no Congresso brasileiro se complicou depois que o presidente venezuelano Hugo Chávez acusou os parlamentares brasileiros de atuarem como porta-vozes dos interesses dos Estados Unidos.

Depois disso, Lula e Chávez se reuniram em Manaus e prometeram empenho pela adesão da Venezuela ao Mercosul. Em visita a Caracas, o chanceler brasileiro Celso Amorim também disse acreditar no ingresso da Venezuela no bloco sul-americano.

Na reunião do Conselho Político, nesta terça-feira, Lula pediu aos aliados tratamento diferenciado a essas matérias. Durante o encontro, o presidente lembrou de um pedido de um avião feito pelo Senegal para combater uma praga de gafanhotos. A demora do Congresso, que teria levado oito meses para aprovar o pedido, tornou a ajuda inútil, já que as plantações do país africano tinham sido devoradas pela praga.