CCJ aprova aumento no teto salarial dos ministros do Supremo

terça-feira, 2 de outubro de 2007 16:02 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou nesta terça-feira, por unanimidade, aumento de 3,14 por cento no teto salarial de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), referente à reposição da inflação em 2006.

A decisão, que ainda terá que ser aprovada no plenário da Câmara, se estende a todo o Judiciário, com forte impacto no Orçamento do governo.

O projeto de lei 7297/06, enviado pelo STF em julho de 2006, previa 5 por cento de reposição da inflação sobre o teto salarial dos ministros.

Salário é de 24.500. Com a reposição de 3,14 por cento concedida pelos deputados, o salário mensal dos ministros do STF, de 24.500 reais, sobe para 25.269 reais.

O projeto de lei, relatado pelo deputado Geraldo Pudim (PMDB-RJ), já passou pelas comissões de Trabalho, Finanças e Constituição e Justiça, e segue para votação em plenário.