Lula diz que afastou cúpula da Abin para mostrar transparência

terça-feira, 2 de setembro de 2008 15:57 BRT
 

VITÓRIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira que decidiu afastar toda a cúpula da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) "para demonstrar que há transparência" na investigação sobre grampos contra autoridades dos três poderes.

Depois de participar da cerimônia da extração do primeiro óleo da camada pré-sal, Lula comentou rapidamente a decisão quer tomou segunda-feira, após denúncias de que a Abin teria grampeado o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, ministros do seu governo e políticos da situação e da oposição.

Com base em agente anônimo da Abin, a revista Veja publicou matéria com transcrição de uma gravação de telefonema entre Gilmar Mendes e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) e acusou a agência como responsável.

"Se alguém tiver a informação, quiser facilitar a investigação, eu agradeço", disse Lula a jornalistas, referindo-se ao agente da Abin que teria passado as informações. (Reportagem de Denise Luna)