PANORAMA2-Investidores fazem pausa e realizam lucros

terça-feira, 2 de outubro de 2007 17:47 BRT
 

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 2 de outubro (Reuters) - Os mercados financeiros interromperam a escalada das últimas sessões e aproveitaram a agenda vazia para fazer ajustes nesta terça-feira, com queda da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e alta do dólar.

A baixa da bolsa paulista foi concentrada nas ações da Vale do Rio Doce (VALE5.SA: Cotações), que teve o maior giro de negócios. A mineradora, que ultrapassou a Petrobras em valor de mercado, é a bola da vez entre os investidores e havia disparado mais de 6 por cento no pregão anterior.

O movimento das ações brasileiras acompanhou os ajustes no exterior. O índice Dow Jones, que também vinha de recordes, teve baixa de 0,29 por cento.

"Basicamente, me parece que estamos vendo apenas uma simples realização de lucros", disse Michael Metz, estrategista-chefe de investimentos da Oppenheimer & Co.

A correção foi favorecida pela agenda esvaziada. Nesta terça-feira, o único dado mais relevante mostrou que as vendas pendentes de moradias nos Estados Unidos tiveram queda de 6,5 por cento em agosto. Com isso, o indicador atingiu o pior nível da série histórica, iniciada em janeiro de 2001, pela Associação Nacional dos Corretores de Imóveis.

O mercado de câmbio também seguiu o movimento de ajustes, e o dólar teve valorização em relação ao real e a outras moedas, como o euro e o iene. No Brasil, a moeda norte-americana havia fechado na segunda-feira no menor valor desde agosto de 2000.

O mercado de juros também parou para tomar fôlego, e o giro de negócios diminuiu na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O leilão de NTN-B (título atrelado ao IPCA) feito pelo Tesouro vendeu 59 por cento de seis vencimentos oferecidos na primeira etapa.

  Continuação...