Mantega apóia contratações defendidas por Lula

terça-feira, 2 de outubro de 2007 14:05 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Se depender do ministro da Fazenda, Guido Mantega, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não terá problemas para contratar novos servidores públicos, como anunciou na véspera.

"O governo poderá exercer suas funções com mais eficiência. Significa atendimento melhor à população", disse Mantega a jornalistas, na entrada do Ministério da Fazenda, reiterando a necessidade de mais contratações, defendida por Lula.

Em cerimônia na segunda-feira, na Fiocruz, Lula disse que a contratação de funcionários públicos não significa inchaço da máquina do governo, e que sensibilizaria a área financeira do governo, mais propensa a ter saldo em caixa no fim do ano do que a abrir o cofre para novas contratações. Mantega mostrou que o presidente não terá muito trabalho no que se refere à Fazenda.

O ministro deu a entender que o governo não está apenas criando novos cargos, mas substituindo prestadores de serviço.

"Antigamente, o Estado usava terceirizados. Então havia uma ocultação de servidores. A verdade era essa", disse Mantega.