Bradesco questiona incorporação de bancos estaduais pelo BB

terça-feira, 2 de outubro de 2007 19:49 BRT
 

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO (Reuters) - O Bradesco mostrou nesta terça-feira interesse por ativos de bancos estaduais e disse que a área jurídica da instituição está investigando a legalidade de incorporações pelo Banco do Brasil .

"Se tiver oportunidade de compra, o banco está sempre propenso a olhar o que tiver", disse a jornalistas o presidente do maior banco privado do país, Márcio Cypriano, antes de reunião com analistas em São Paulo.

Perguntado sobre que segmentos estaria interessado, o executivo disse: "Esses bancos estaduais que ainda têm para serem privatizados".

A declaração ocorre em um momento em que o Banco do Brasil amplia o movimento de assumir bancos estaduais ainda não privatizados.

A União e o Estado de Santa Catarina estão para assinar um acordo estabelecendo os parâmetros da incorporação do Banco de Santa Catarina (Besc) pelo BB.

O BB informou recentemente que também estuda a incorporação do Banco do Estado do Piauí (BEP) e a compra do Banco de Brasília.

"A nossa área jurídica tem levantado o assunto e eles estão entendendo que, ao transferir o controle acionário de uma instituição estadual ou federalizada para o Banco do Brasil, você está efetuando uma privatização. E para uma privatização se exige legalmente uma oferta pública", disse o presidente do Bradesco.

"O Banco do Brasil é economia mista... É como se fosse um banco privado", explicou o executivo.   Continuação...