Corrupção aumenta na África com alta do petróleo--especialistas

sexta-feira, 2 de novembro de 2007 18:00 BRST
 

Por Phumza Macanda

PRETÓRIA, África do Sul, 2 de novembro (Reuters) - O forte crescimento econômico e os enormes ganhos com a alta do petróleo alimentaram a corrupção na África subsaariana, que tem privado os países da região de fundos para o desenvolvimento, disseram nesta sexta-feira pesquisadores em um evento do Banco Mundial.

Acadêmicos da Universidade de Massachusetts afirmaram que bilhões de dólares continuam a deixar o continente rumo a contas bancárias secretas no exterior.

"A fuga de capital esteve em uma tendência crescente nos últimos anos", disse o professor de economia da Universidade de Massachusetts James Boyce, que pesquisou o assunto por mais de cinco anos.

"E agora, com a espetacular alta do petróleo, o bolo a ser atacado está muito maior."

Sua pesquisa descobriu que cerca de meio trilhão de dólares deixou o continente entre 1970 e 2004. Somente em 2003, aproximadamente 35 bilhões de dólares deixaram a região.

Os preços do petróleo já subiram 40 por cento desde meados de agosto, puxados pela expectativa de menor oferta, queda do dólar e fluxo de capitais para o mercado de commodities.

Os trabalhos de exploração e produção de petróleo estão crescendo rapidamente na África, com empresas e países, como a China, buscando assegurar uma parte das reservas no continente.