Ações de banco A&L disparam com rumores sobre Santander

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008 12:12 BRST
 

Por Clara Ferreira-Marques e Andrew Hay

LONDRES/MADRI (Reuters) - As ações do banco britânico de hipotecas Alliance & Leicester disparavam mais de 17 por cento nesta quarta-feira, depois de notícias de que a instituição manteve negociações preliminares de venda para o espanhol Santander no mês passado.

O A&L, uma das ações de pior performance do setor de bancos britânico no ano passado, saltavam 17,28 or cento, a 757 pence às 11h48 (horário de Brasília), o que dá um valor de mercado para a instituição de mais de 3,1 bilhões de libras (6,15 bilhões de dólares).

A valorização deixa o banco acima de baixas recentes, mas ainda mantém a instituição em cerca de metade do valor máximo alcançando em 2007, de 5,9 bilhões de libras.

As ações do Santander, enquanto isso, exibiam queda de 1,62 por cento.

Uma fonte próxima do assunto confirmou as informações publicadas pela imprensa e informou na quarta-feira que os dois bancos mantiveram diálogos, mas que as negociações foram suspensas em meados de dezembro, quando não houve entendimento a respeito do preço.

O Financial Times, entretanto, citou pessoas próximas do Santander afirmando que o banco não excluiu ainda a retomada das negociações ou melhora de oferta.

O Santander expressou no passado ter mais interesse em corporações do Reino Unido do que no setor hipotecário, mas analistas afirmam que uma eventual transação no segmento pode ser boa demais para ser perdida.

"O Santander é oportunista em aquisições e o preço das ações do A&L está barato agora", disse o analista Alberto Cordara, do ABN Amro.

Representantes do Santander e do A&L não comentaram as informações.

(Reportagem adicional de Mathieu Robbins e Yann Leguernigou em Paris)