Petróleo recorde e fraqueza nos EUA abatem investidor asiático

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008 07:35 BRST
 

Por Rafael Nam

HONG KONG (Reuters) - As bolsas de valores da Ásia encerraram a quinta-feira em baixa, após um fraco dado do setor manufatureiro norte-americano e um novo recorde do petróleo renovarem os temores sobre uma recessão nos Estados Unidos.

O membro indonésio da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Maizar Rahman, disse que o preço do petróleo pode ficar em uma faixa de 100 a 110 dólares o barril e que o cartel poderá ter que elevar sua produção na próxima reunião.

Dados da véspera mostraram que o índice do setor manufatureiro dos EUA caiu em dezembro pela primeira vez em quase um ano. O país é o principal destino das exportações asiáticas.

"As pessoas estão mostrando preocupação sobre as perspectivas gerais da economia. O petróleo é um custo essencial que muitas empresas enfrentam", disse o analista da White Funds Management Angus Gluskie.

O índice MSCI, que reúne as ações asiáticas excluindo o Japão, caía 1,30 por cento pela manhã. O mercado de Tóquio esteve fechado em razão dos feriados de final de ano e retoma as operações na sexta-feira.

A bolsa da Austrália encerrou em baixa de 1 por cento. Em Hong Kong houve queda de 2,44 por cento. Em Taiwan, a bolsa recuou 1,67 por cento e na Coréia do Sul teve variação negativa de 0,04 por cento. O mercado em Cingapura perdeu 1,85 por cento.