País vê saída de dólares pela 1a vez no ano em setembro

quarta-feira, 3 de outubro de 2007 12:58 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O fluxo cambial ficou praticamente equilibrado em setembro, com apenas 3 milhões de dólares em saídas líquidas no mês passado, segundo dados do Banco Central divulgados nesta quarta-feira.

O dado resulta de um saldo positivo nas operações comerciais de 1,980 bilhão de dólares e de um déficit nas transações financeiras de 1,983 bilhão de dólares.

Apesar do primeiro resultado negativo no ano, o número final do mês mostrou que houve uma forte recuperação nos últimos dias de setembro. Até o dia 19, o país registrava fluxo negativo de 1,044 bilhão de dólares no mês.

A redução do saldo negativo foi favorecida pela queda dos juros nos Estados Unidos, que fez os estrangeiros retomarem o apetite por ativos brasileiros e levou a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) a um saldo positivo externo recorde no mês.

No ano, o fluxo cambial acumulado está positivo em 70,054 bilhões de dólares, bastante acima dos 37,270 bilhões de dólares registrados em todo o ano de 2006.

O Banco Central informou também que os bancos mantinham 1,773 bilhão de dólares em posição comprada em dólar no final de setembro, praticamente estável em relação ao 1,723 bilhão de dólares de agosto.

Às 12h51, a moeda norte-americana era cotada a 1,829 real, em alta de 0,22 por cento.

O último mês a registrar saldo negativo no fluxo cambial havia sido dezembro de 2006, com um déficit de 3,463 bilhões de dólares.

(Por Silvio Cascione)