BOVESPA-Desmonte de posições leva índice a 3a queda forte

quinta-feira, 3 de julho de 2008 18:01 BRT
 

(Texto atualizado com mais informações e fechamento oficial)

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO, 3 de julho (Reuters) - Pela terceira sessão consecutiva, o investidor reforçou as ordens de venda de ações, levando a Bolsa de Valores de São Paulo a recuar para o menor nível desde 20 de março.

De novo indiferente ao movimento mais tranquilo dos mercados internacionais, o Ibovespa .BVSP despencou 3,0 por cento, elevando as perdas acumuladas em julho para 8,8 por cento. O giro financeiro na bolsa foi de 5,0 bilhões de reais.

A lista das maiores quedas do dia, recheada de papéis de empresas de siderurgia, evidenciou a extensão da estratégia de grandes investidores estrangeiros: realizar lucros com ações de melhor desempenho no ano para fazer caixa.

"Num momento de grandes incertezas como o atual, cresce o apetite por liquidez e ações com maior volume de negócios tendem a sofrer mais", disse Álvaro Bandeira, diretor da corretora Ágora.

Entre as líderes de perdas, as ações preferenciais da Gerdau Metalúrgica GOAU4.SA desabaram 6,5 por cento, a 46,00 reais. As preferenciais da Usiminas (USIM5.SA: Cotações) caíram 5,15 por cento, para 68,20 reais, e as ordinárias da Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3.SA: Cotações) perderam 5,1 por cento, a 59,98 reais.

Apesar das perdas acentuadas nos últimos dias, esses papéis ainda exibem ganhos no acumulado de 2008.   Continuação...