CONSOLIDA-VALE desconhece aumento de 20% para minério de ferro

quarta-feira, 3 de setembro de 2008 18:16 BRT
 

(Acrescenta mais informações, cotação das ações, opinião de analistas)

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO, 3 de setembro (Reuters) - A mineradora Vale (VALE5.SA: Cotações) informou não ter conhecimento de um aumento adicional de 20 por cento para os preços do minério de ferro, não confirmando informação divulgada por uma publicação especializada nesta quarta-feira que mexeu com os valores dos papéis da empresa nos mercados de ações.

"Atendendo solicitação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Vale esclarece que desconhece reajuste de 20% para o minério de ferro, conforme rumores observados no mercado", disse a empresa em comunicado.

"Ao mesmo tempo, a Vale informa que mantém permanente diálogo com seus clientes, buscando a negociação, em termos mutuamente satisfatórios, de condições comerciais, envolvendo entre outros fatores qualidade, volumes e prazos de fornecimento", acrescentou a empresa na nota.

A publicação Steel Business Briefing, citando um suposto e-mail enviado pela Vale a clientes, disse que a mineradora havia requisitado um aumento extra às siderúrgicas chinesas, depois de ter obtido este ano ajuste menor do que suas rivais para a commodity pela primeira vez em anos.

As concorrentes da Vale argumentaram com os asiáticos que deveriam receber mais pelo minério porque suas minas estão mais próximas dos chineses, o que acarretaria menores gastos com frete.

Mas desde o fechamento dos preços pela Vale, os valores do frete marítimo caíram razoavelmente.

Com isso, o argumento de concorrentes como BHP e Rio Tinto perdeu força, o que poderia ter levado ao pedido de aumento por parte da Vale aos seus clientes asiáticos.   Continuação...