Após reclamação, Lula chama PR e legenda reitera apoio

quarta-feira, 3 de outubro de 2007 22:54 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Um dia depois de reclamar da demora nas nomeações de integrantes do partido para cargos do governo, o líder do PR na Câmara, Luciano Castro (RR), foi chamado, junto com a bancada da legenda, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Planalto nesta quarta-feira.

O pretexto do encontro era apresentar o novo senador da sigla César Borges (BA), recém-saído do oposicionista DEM, e o tom adotado pelo deputado após a reunião com Lula foi conciliador, bem diferente do usado na terça-feira, quando chegou à reunião do Conselho Político reclamando que não foram nomeados "nem (os cargos) do terceiro escalão".

"Nós viemos apresentar o senador César Borges e reafirmamos o compromisso com seu governo. Temos compromissos programáticos com o governo do presidente Lula", garantiu o parlamentar.

Segundo Castro, o presidente também prometeu dar mais atenção à bancada do PR, partido que mais se beneficiou do troca-troca partidário.

"Nós não viemos aqui tratar de cargos. Nós, que estamos num governo de coalizão, estamos participando da administração do governo", disse o líder do PR (ex-PL), que tem o titular da pasta dos Transportes.

"Desde que o presidente solicite nosso ingresso e nosso apoio para poder administrar, estamos à disposição do governo."

Na terça-feira, após a reclamação de Castro, o líder do governo na Câmara, José Múcio (PTB-PE), disse a jornalistas que o líder do PR havia lhe expressado seu descontentamento, o que levou o líder do governo a prometer tratar do assunto com o ministro das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia.