3 de Março de 2008 / às 10:38 / 9 anos atrás

Lucro da Xstrata sobe 13%, ainda em negociações com a VALE

Por Eric Onstad

LONDRES (Reuters) - A mineradora Xstrata divulgou nesta segunda-feira alta de 13 por cento no lucro líquido anual com aumento de produção e informou que ainda está buscando outras aquisições durante as negociações com a brasileira Vale .

O quinto maior grupo minerador do mundo em valor de mercado informou que o lucro líquido de 2007 subiu para 5,4 bilhões de dólares ante 4,89 bilhões de dólares em 2006. A média de nove previsões de analistas ouvidos pela Reuters Estimates era de 5,63 bilhões de dólares.

A Xstrata produziu quantidades recordes de carvão coque e térmico, ferrocromo, níquel, zinco e plantina em 2007.

A empresa espera "significativo" aumento de volumes em 2008 e terá fluxos de caixas robustos este ano por conta dos preços elevados das commodities, informou o presidente-executivo da Xstrata, Mick Davis, à Reuters.

A Xstrata informou que a receita em 2007 cresceu 12 por cento, para 28,54 bilhões de dólares, enquanto o lucro por ação antes de itens excepcionais e operações descontinuadas subiu 12 por cento, para 5,60 dólares.

Davis evitou comentar detalhes sobre as conversas com a Vale, mas informou que essas negociações não vão interromper a busca pela empresa de oportunidades, incluindo alianças para as divisões da Xstrata e também possíveis grandes acordos.

"O que estamos tentando fazer como equipe de administração é posicionar a Xstrata para capturar valor para os acionistas. Uma transação com a Vale seria interessante nesse sentido, assim como outras transações, seja estarmos em uma posição onde a Xstrata faz a compra ou seja em que a Xstrata faz a venda", afirmou o executivo.

Ele afirmou que uma fusão da companhia com a Anglo American Plc seria positiva para ambas as mineradoras, mas não se mostrou otimista em especular que um eventual acordo terá sucesso caso a Vale deixe as negociações.

"Não há dúvida de que uma combinação da Anglo com a Xstrata criaria muitas sinergias... mas as coisas têm que estar no universo do possível."

Vale afirmou na sexta-feira que chegou ao limite nas negociações com a Xstrata e acrescentou que qualquer acordo futuro depende da solução de disputa sobre direitos de comercialização detidos pela suíça Glencore, que possui participação de 35 por cento na Xstrata.

Uma aquisição da Xstrata pela Vale poderia movimentar 90 bilhões de dólares, sendo uma das maiores já realizadas no mundo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below